TURISMO

Uruguaiana registra sua história a partir da sua fundação 1843. Dentro de um período conturbado, decorrente da Revolução Farroupilha. Domingos José de Almeida, mineiro, mas participante nesta revolta dos gaúchos contra o Império Brasileiro, como Ministro da Fazenda do Governo Riograndense, decretou que deveria ser formada uma povoação à margem esquerda do Rio Uruguai.

O município de Uruguaiana conta com uma localização privilegiada fazendo fronteira com o URUGUAI, ao sul e ARGENTINA, a oeste. Está situada na microrregião da campanha ocidental do Estado do Rio Grande do Sul, distante 641 km da capital do estado, Possui uma área de 5.452 km e a população está estimada em 127.045 habitantes de acordo com dados do IBGE/ 2009. A agricultura é o principal atividade do município. A principal cultura agrícola é o arroz. Destacando-se assim como maior produtor de arroz irrigado da América Latina ocupando 80.100 hectares e produzindo mais de 13 milhões de sacas. Uruguaiana sedia os maiores criatórios das raças Angus, Brangus, Hereford e Braford, bubalinos e equinos, especialmente os da raça crioula.

O comercio exterior, devido a fronteira com a Argentina é fortalecido com o maior porto seco rodoviário da América do Sul e o terceiro mundial. (PREFEITURA MUNICIPAL DE URUGUAIANA).

Praia do Cantão
Localização: No distrito de São Marcos, a cerca de 50 km de Uruguaiana.
Descrição: Na beira do Rio Uruguai encontra-se a Sociedade Amigos do Cantão. O local oferece completa infra-estrutura para camping com caramanchões, cabanas, restaurante, banheiros, parque infantil, piscina, quadra de areia e rampa para barcos. . O funcionamento é permanente. Muito procurado por pescadores que trazem seus barcos. O local é limpo, com gramado bem cuidado e bancos. Seu acesso é asfaltado em seu maior trecho e sinalizado.praia do cantaopraia

Ponte Internacional Agustin Justo – Getúlio Vargas – Liga Uruguaiana (Brasil) a Paso de Los Libres ( Argentina ). Foi a primeira ponte construída entre Brasil e Argentina e a maior da América do Sul na década de 40. Um sonho de um grupo de comerciantes brasileiros e argentinos, que tornou-se realidade com o lançamento da pedra fundamental com os presidente Getúlio Vargas e Augustin Justo, afim de facilitar o comercio já existente. Foi acordado que a construção da ponte seria dividida em duas partes iguais, ficando sob a responsabilidade de cada país a construção de sua parte, mas sendo o ferro utilizado, brasileiro e o cimento argentino. Essa foi uma demonstração da integração dos dois países. além disso, seria Rodo-ferroviaria, com duas alamedas para pedestres. Em 21 de maio de 1947, a Ponte Internacional Augustin Justo – Getúlio Vargas, foi inaugurada pelos presidentes Juan Domingo Peron e Eurico Gaspar Dutra ( Brasil ), contando com presença da primeira dama da Argentina, Evita Peron. a ponte mede 1,419 metros, e fez dessa cidade, o maior porto seco do país, passando por ela, uma media de 10 mil caminhões por mês

.ponte uru