1ª Mesa: Políticas

POLÍTICAS CULTURAIS NO BRASIL E NO URUGUAI

Data: 28 de novembro (segunda-feira)
Horário: das 14 às 17 horas
Local: Auditório da Unipampa/Jaguarão RS-BR

Profa. Dra. Lia Calabre, pesquisadora do setor de Políticas Culturais da Fundação Casa de Rui Barbosa – FCRB e professora do Programa de Pós-Graduação em Memória e Acervos (PEGMA – FCRB)
Guilherme Varella, ex-secretário de Políticas Culturais do Ministério da Cultura – SPC/MinC
Rafael Fontes, diretor do Centro de Memória da Bahia/Fundação Pedro Calmón/Secretaria de Cultura do Estado da Bahia
Mônica Botti – Directora del Centro MEC de Cerro Largo/ Centros do Ministerio de Educacion y Cultura do Uruguai – MEC UY
Mediação
Profa. Dra. Carla Daniela Rabelo Rodrigues, professora do curso de PPC da Unipampa/Jaguarão.

A proposta desta mesa é discutir as Políticas Culturais no Brasil e suas instabilidades passadas e presentes. Tendo em vista elementos históricos e os elementos da gestão pública nacional, pretende-se oportunizar aos/às fazedores/as de cultura, aos/às estudantes e pesquisadores/as de Produção Cultural reflexões que possam tensionar as tradições das políticas culturais brasileiras.  Haverá oportunamente de debates sobre a atual situação do Ministério da Cultura. A discussão será ampliada através de contribuições sobre as Políticas Culturais no Uruguai.

liaLIA CALABRE – ex-presidenta da Fundação Casa de Rui Barbosa (FCRB). Desde 2002, integra o setor de Políticas Culturais dessa instituição. Doutora e Mestra em História Social pela Universidade Federal Fluminense (UFF). Faz parte do Conselho Científico-Cultural do Centro de Estudos Multidisciplinares em Cultura da Faculdade de Comunicação Social da Universidade Federal da Bahia (CULT/UFBA).

 

guilhermeGUILHERME VARELLA – Ex-Secretário de Políticas Culturais do Ministério da Cultura (SPC/MinC). Formado em Direito na Universidade de São Paulo (USP) e possui mestrado pela mesma instituição com dissertação sobre “Plano Nacional de Cultura: elaboração, desenvolvimento e condições de eficácia”.  Em 2008, coordenou a produção cultural da Caravana da União Nacional dos Estudantes (UNE), que percorreu os 27 estados do país com espetáculos de cultura popular. Entre 2013 e 2015, ocupou o cargo de Chefe de Gabinete e Coordenador da Assessoria Técnica da Secretaria Municipal de Cultura de São Paulo. Em 2014, publicou o livro “Plano Nacional de Cultura – direitos e políticas culturais no Brasil”. Foi advogado do Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec), onde coordenou a área de direitos autorais e acesso à cultura e ao conhecimento. Ele participou da elaboração do caderno Direito Autoral em Debate, da Rede pela Reforma da Lei de Direitos Autorais.

rafaecRAFAEL FONTES – Diretor do Centro de Memória da Bahia, vinculada a Fundação Pedro Calmón, órgão da Secretaria de Cultura do Estado da Bahia.Rafael Fontes é natural do município de Irará (BA), localizado no Território de Portal do Sertão e iniciou sua atuação política e cultural ainda na adolescência, trabalhando na Casa da Cultura de Irará. Em 2002 integrou o grupo fundador do Movimento Cultural Viva Irará e do Projeto Domingueiras. Ingressou na graduação em História no ano seguinte e em 2009, no Mestrado em História da UEFS, onde pesquisou sobre o “tornar-se comunista e intelectual” de jovens estudantes baianos da década de 1930 (Aristeu Nogueira, Armênio Guedes, Fernando Sant’Anna, Diógenes Arruda Câmara-pernambucano que estudava na Bahia-, Jacob Gorender, João Falcão e Mário Alves). Assumiu entre 2010 e 2012 a gestão municipal de cultura de Irará e a diretoria da Associação dos Dirigentes Municipais de Cultura da Bahia (ADIMCBA). Em 2012, ingressou o quadro técnico da SECULT/Bahia, lotado na Diretoria de Territorialização da Cultura, onde participou da coordenação dos Sistemas de Cultura e de atividades com vistas as políticas culturais.

monica-bottiMÔNICA BOTTI – Gestora Cultural e Coordenadora dos Centro MEC do Uruguay. Desenvolve o programa de descentralização, democratização e acessibilidade a conteúdos educativos e culturais no país. Estará compartilhando a experiência da construção do Plano Nacional de Cultura e das Políticas Culturais do Uruguay.

 

 

caralaCARLA RABELO RODRIGUES – Professora Adjunta do bacharelado em Produção e Política Cultural da Universidade Federal do Pampa (UNIPAMPA/Campus Jaguarão-RS). Tutora PET- Produção e Política Cultural. Doutora e Mestra em Ciências da Comunicação pela ECA/USP com bolsas CAPES e CNPq respectivamente. Professora universitária desde 2004 lecionando em cursos de Comunicação Social (Audiovisual, Publicidade, Jornalismo, Relações Públicas, Design) e Cinema. Atuação em Obras Cinematográficas: Muito Além do Peso (Pesquisa), Do Alto da Noite (Pesquisa, Roteiro e Produção). Coordenou em 2008 a Produção Executiva do Projeto Cultural “Mostra de Cinema Cultura Caipira” (Ministério da Cultura – MINC/PRONAC 080884) realizado no Centro Cultural São Paulo (CCSP), Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB/São Paulo e CCBB/Brasília). Acompanhou a implantação e desenvolvimento do Projeto Anilla Cultural Latinoamérica-Europa (Espanha, Brasil, Argentina, Chile, Colômbia). Foi Coordenadora Geral de Projetos Culturais e Assessora em Gestão Cultural e Institucional no CCSP. Atuou como Pesquisadora e Relações Acadêmicas na ong Instituto Alana. Trabalhou como Redatora e produtora em agências de Comunicação e Publicidade em Aracaju (Sergipe). Foi Produtora e Roteirista de programas Culturais e Jornalísticos (Revista da Cidade, Clipping, entre outros) na TV Cidade de Aracaju (SE). Interesses de Pesquisa: Risco, Cultura, Cinema, Infância.