Breve Histórico da Feira de Ciências

Ao longo dos sete anos de existência do presente projeto sempre se procurou estabelecer um diálogo com todos profissionais da Educação Básica (Diretores, Supervisores e Professores) para a partir do o coletivo surgirem ações que realmente estejam alinhadas com os interesses do público alvo. Na primeira edição, em 2011, realizamos uma roda de conversa (Figura 1) para os professores das escolas relatarem suas experiências com Feiras de Ciências.

Figura 1 – Imagem ilustrativa da roda de conversa realizada na atividade inaugural realizada em 2011.

Naquela atividade, identificamos um público interessado em trabalhar com Feiras de Ciências. No entanto, identificamos que quase mais não se realizavam feiras nas escolas e muitos professores relatavam que pararam de participar devido à falta apoio, que muitos professores “treinavam” seus alunos para apresentarem trabalhos desenvolvidos pelos próprios professores e, principalmente, que muitas vezes a avaliação era realizada de forma parcial, privilegiando alguns grupos majoritários das escolas. Outros relataram experiências negativas com avaliadores, deixando explícita uma preocupação futura. Tiveram relatos no sentido que, frequentemente, professores universitários ao avaliarem trabalhos de alunos da Educação Básica são muito críticos e os alunos acabam se desmotivando. Essa atividade que marcou o início do projeto foi fundamental para fortalecer ainda mais a ideia de integração entre a Universidade e escolas, para se estabelecer um diálogo permanente entre professores e a equipe executora. Atualmente, foi preciso ampliar a equipe executora, pois as demandas do projeto são permanentes. Por exemplo: as feiras de 2017, no Campus Bagé já ocorreram e já foram recebidos convites para atividades de formação pedagógica, visitas às escolas e sugestões de trabalhos, tudo visando às feiras de 2018. Outro motivo para ampliação da equipe se deu pelo motivo de atendimento aos objetivos da presente chamada (25/2017), que serão descritos, principalmente, no item 2.8. Na Figura 2 são ilustradas imagens das feiras realizadas nas últimas edições.

     

     

Figura 2 – Imagens ilustrativas das edições anteriores.

Na Figura 3 é mostrado um gráfico com a evolução dos trabalhos apresentados na Feira de Ciências da Unipampa Campus Bagé, na Feira de Ciências de Candiota (FEICAN), e na Feira de Dom Pedrito (Feira Municipal de Investigação Científica).

Figura 3 – Evolução da quantidade de trabalhos apresentados .

 

A seguir são listadas as principais publicações das edições anteriores do projeto.

• LEITÃO,L.I.; KIPPER, C. J.; KAKUNO, E. M.; DORNELES, P. F. T.; RIBEIRO, J. D.; SILVA, C. B. C.; FERREIRA, L. S.; OLIVEIRA, J. R. P. O desafio de realizar feira de ciências em um contexto de restrição de verbas. In:MOSTRA GAÚCHA DE VALIDAÇÃO DE PRODUTOS EDUCACIONAIS, 2., ENCONTRO PIBID FÍSICA – RS,1., 2016, Passo Fundo. Anais eletrônicos… Passo Fundo: UPF, 2016. Disponível em http://mostragaucha.upf.br/download/resumos-2016/o-desafio-de-realizar-feira-de-ciencias-em-um-contextro-de-restricao-de-verbas.pdf.

• SANTOS, A. L. dos; KAKUNO, E. M.; AMORIM, M.A. H; DOMINGUES, C. de S.; BORBA, C.M.; DORNELES, P. F. T. I Mostra de Trabalhos da E.M.E.F. Francisco de Paula Pereira. In: SALÃO INTERNACIONAL DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO (SIEPE), 5., 2013, Bagé. Anais eletrônicos… Bagé: Unipampa, 2013. Disponível em <http://seer.unipampa.edu.br/index.php/siepe/article/view/6327>. Acesso em: 29 set. 2017.

• SANTOS, A.L. dos; CORRÊA, S. C.; BORBA, C.M.; LEMOS, R.P.M.; DORNELES, P. F. T. Difundindo Ciência e Tecnologia na Região da Campanha. In: SALÃO INTERNACIONAL DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO (SIEPE),4., 2012, Bagé. Anais eletrônicos…Bagé: Unipampa, 2012. Disponível em <http://seer.unipampa.edu.br/index.php/siepe/article/view/306>. Acesso em: 29 set. 2017.

• ARAÚJO, J. W. B.; FERRANDO, D. F. C.; KAKUNO, E. M. Caracterização do conversor AD HX711 para Arduino. In: ENCONTRO ESTADUAL DE ENSINO DE FÍSICA, 6., 2017, Porto Alegre. Atas… Porto Alegre: UFRGS, 2017.p.18. Disponível em <http://www.if.ufrgs.br/mpef/7eeefis/Atas_VII_EEEFis-RS.pdf>. Acesso em: 29 set. 2017.

• FERRANDO, D. F. C.; ARAÚJO, J. W. B. de; KAKUNO, E. M. Controle de temperatura PID com arduino. In: ENCONTRO ESTADUAL DE ENSINO DE FÍSICA, 7., 2017, Porto Alegre. Atas…Porto Alegre: UFRGS, 2017. p. 22. Disponível em <http://www.if.ufrgs.br/mpef/7eeefis/Atas_VII_EEEFis-RS.pdf>. Acesso em: 29 set. 2017.

• COAN, Cherlei Marcia, CACCIAMANI,Jackson Luiz Martins; ODY, Leandro Carlos; DIAS, LiseteFunari (Org). Integrasul: Experiências e Reflexões sobre a Feira de Ciências.Tubarão: Copiart, 2016. 205 p., ISBN 978 – 85 –8388 – 049 – 3.

• MACHADO, G.F.; EVANGELHO, B.V. do; DEL DUCA, G. R. da S.; KAKUNO, E. M. Experimentos como motivação à Feira de Ciências e ao curso de Física. In:MOSTRA GAÚCHA DE VALIDAÇÃO DE PRODUTOS EDUCACIONAIS, 2., ENCONTRO PIBID FÍSICA – RS,1., 2016, Passo Fundo. Anais eletrônicos… Passo Fundo: UPF, 2016. Disponível em <http://mostragaucha.upf.br/download/resumos-2016/experimentos-como-motivacao-a-feira-de-ciencias-e-ao-curso-de-fisica.pdf>. Acesso em: 02out. 2017.