Encerramento do 12º Siepe tem espetáculo interativo com O Teatro Mágico e premiações de trabalhos

O encerramento do 12º Salão Internacional de Ensino, Pesquisa e Extensão (Siepe) da Universidade Federal do Pampa (Unipampa) abre espaço nesta quinta-feira, 26, para o espetáculo Tempo Virtual – Inteligência Artificial, com o músico Fernando Anitelli e seu O Teatro Mágico. O encontro, a partir das 18h, terá uma apresentação remota e uma sala interativa de música e performances com a participação do público.

Para participar, basta enviar um vídeo com até um minuto para o e-mail cultura@unipampa.edu.br contando a sua história com as canções de O Teatro Mágico. /Os vídeos serão aceitos até às 7h do dia 26 de novembro. A apresentação poderá ser acompanhada pelo canal do Siepe no YouTube.

Sobre O Teatro Mágico

Criado pelo músico e vocalista Fernando Anitelli em 2003, “O Teatro Mágico” se consolidou como referência na América Latina por sua estética própria, unindo música às artes performáticas e, pelo uso inovador da internet, para sua divulgação ao público. A percepção da mudança comportamental pela relação do público com a música e os artistas, trouxe para a companhia o espírito de projeto de música livre. Pela utilização das redes sociais como Facebook, Twitter e Youtube, além da criação da sigla MPB (Música para Baixar), O Teatro Mágico foi um dos pioneiros no Brasil a disponibilizar suas músicas para download gratuito.

Premiação

O último dia de atividades do 12º Siepe também é marcado pela premiação concedida aos melhores trabalhos de cada modalidade e categoria, na cerimônia de encerramento programada para 19h30 e também será transmitida pelo canal do Siepe no Youtube.

Os trabalhos são selecionados de acordo com as notas dos resumos e dos vídeos atribuídas pelos avaliadores nas duas etapas de avaliação. Os trabalhos premiados serão anunciados na cerimônia de encerramento do 12º. SIEPE e a lista será divulgada nesta página.

A premiação deste ano será uma bolsa de iniciação em ensino, extensão ou científica pelo período de 10 meses (março a dezembro de 2021). A bolsa será destinada à melhor apresentadora ou ao melhor apresentador e, caso abra mão ou não possa receber a bolsa (estar em estágio final afastado do seu Grupo ou já ser bolsista CNPq, FAPERGS, CAPES por exemplo), a bolsa será destinada ao Grupo ao qual o discente está vinculado. Desta forma o/a orientador/a poderá destinar a bolsa para outro discente do grupo. Esta premiação visa não apenas laurear o/a apresentador/a, mas também o grupo no qual está inserido/a.

Caso o primeiro colocado da modalidade seja um discente de pós-graduação ou um discente de outra IES, receberá apenas o certificado de Melhor Trabalho por uma questão de impossibilidade de repasse de recursos. Todos os apresentadores premiados receberão certificado de Melhor Trabalho.