Oficinas Pedagógicas

Atividade didática que integra teoria e prática, com o objetivo de colaborar para a formação docente. Ofertadas por mestrandas do Mestrado Profissional em Ensino de Línguas e colaboradoras.

As inscrições, exclusivas para inscritos no evento, estarão disponíveis a partir do dia 12 de novembro!

Conheça as Oficinas Pedagógicas que serão ofertadas na V Jornada:

Cadê você, uni duni tê?

Ministrante(s): Profa. Denise de Oliveira Rodrigues (EMEI Frederico Petrucci – Bagé/RS)

Objetivo: Promover ações que envolvam estratégias de trabalho com a poesia infantil a partir da leitura e audição de poemas e cantigas do folclore da tradição oral em turmas de berçário.

Resumo: A leitura na primeira infância é mais do que expandir o intelecto do sujeito; é, sim, proporcionar aos bebês o contato com a musicalidade da língua através da literatura, investindo na sua experiência estética. Nesse sentido, a presente oficina é destinada aos profissionais da educação infantil e tem como objetivo promover estratégias de trabalho com a poesia infantil a partir da leitura e audição de poemas e cantigas do folclore da tradição oral em turmas de berçário. Essas atividades visam tornar essas crianças apreciadoras da literatura desde a primeira infância, auxiliando no seu aprendizado enquanto sujeitos no mundo.

Metodologias Ativas e ferramentas digitais

Ministrante(s):  Profa. Clarisse de Pinho Valente Duarte (EMEF em Tempo Integral Prof. Valdir Castro – Rio Grande/RS) e Profa. Jocasta Rios Kwecko (Colégio Salesiano Leão XIII – Rio Grande/RS)

Objetivo: Incentivar o uso de ferramentas digitais no ensino de línguas com vistas ao protagonismo e autonomia dos estudantes a partir de Metodologias Ativas e compartilhar possíveis usos dos sites/plataformas/aplicativos: Kahoot, Canva, Playgames e Comica.

O encanto da Hora do Conto

Ministrante(s): Luciele Albuquerque (Rede ICM de Educação – Escola São Benedito – Bagé/RS)

Objetivo: Refletir sobre a importância da contação de histórias na sala de aula.

Resumo: Os momentos de leitura literária oportunizados na escola são fundamentais para que o aluno esteja em contato com a literatura vivenciando experiência literária, porém a leitura só é concebida como experiência quando estabelece significado, quando transforma o leitor, quando o caráter humanizador e transformador da literatura são assimilados. Compreendendo a responsabilidade da instituição escolar nesse processo e que a experiência com a literatura pode ser promovida de variadas formas, entre elas a contação de história, é preciso ir além da ação de animação promovendo mediação da leitura através de estratégias que mobilizem a experiência literária na formação do leitor.

Do tradicional à Educação Linguística na sala de aula de Língua Espanhola

Ministrante(s): Profa. Greici Cristiane Mora Bender (Rede Municipal de Santana do Livramento/RS, atuando em Escolas do Campo)

Objetivo: Demonstrar as diferentes perspectivas de um ensino tradicional e da Educação Linguística em aulas de Língua Espanhola

Resumo: A escola sofre há décadas com críticas ao modelo de ensino, o qual se perpetua através dos tempos dentro de padrões rígidos, relativos desde a estrutura física até as dinâmicas aplicadas dentro da sala de aula pelo professor. Com o objetivo de experenciar duas formas de ensinar línguas, os participantes da oficina vivenciarão duas aulas iguais, mas com perspectivas diferentes: uma tradicional e outra sob a ótica da educação linguística, promovendo uma reflexão sobre a escola que desejamos.

Formação Continuada de Professores(as) de Línguas e Identidade Docente: Uma investigação crítica do nosso percurso formativo

Ministrante(s): Profa. Drª Luciani Salcedo de Oliveira (UNIPAMPA – Campus Bagé) e Profa. Greice Neri Jung (SENAC – Alegrete/RS)

Objetivo: Fomentar a expressão de ideias e experiências sobre ser professor(a) de línguas, ao promover discussões entre os(as) participantes da oficina, a partir da leitura e produção de textos multimodais.

Resumo: Nesta oficina, serão abordadas questões sobre identidade docente e seus múltiplos desdobramentos crítico-discursivos. À luz dessa perspectiva teórica, identidades são construídas em contextos diversos, passíveis de mudança e sujeitas a transformação. A partir da leitura e da discussão de textos multimodais, as ministrantes irão propor reflexões que permitam aos(às) professores(as) olharem criticamente para si e outros(as) colegas de profissão na tentativa de responderem perguntas como: “Sou o(a) professor(a) que gostaria de ser?”, “Sou o(a) professor(a) que gostaria de ter?” e “Que caminhos me levaram a chegar até aqui?”.

O letramento cinematográfico como colaborador no processo de aprendizagem da leitura na educação infantil

Ministrante(s): Profa. Daniele Guimarães Donatti Leal (Colégio Franciscano Espírito Santo – Bagé/RS). Colaboradora: Profa. Carolina Saraçol (Colégio Franciscano Espírito Santo – Bagé/RS).

Objetivo: Compartilhar com professores e professoras da educação infantil, como o conceito de letramento cinematográfico utilizado em sala de aula pode colaborar no processo de aprendizagem da leitura na educação infantil.

Resumo: A oficina tem o objetivo compartilhar experiências sobre a inserção do cinema e sua linguagem nas práticas pedagógicas da educação infantil. Esse tipo de proposta abrange um caminho privilegiado que une educação, experiência lúdica, lazer, entretenimento com formação e reflexão. O uso do filme em sala de aula pode fazer com que o/a aluno/a reflita sobre assuntos importantes em nossa sociedade, e, também sobre os recursos da linguagem audiovisual, para tanto, o conceito de letramento cinematográfico será o norteador dessas propostas.