Normas para Publicação

RODAS DE CONVERSA

Dessa modalidade, poderão participar:

– profissionais da educação básica sem vínculo com programas de pós-graduação;
– estudantes ou egressos de cursos de graduação sem vínculo com programas de pós-graduação;
– estudantes de pós-graduação lato sensu.

Nesta modalidade, o participante deve fazer um resumo que contenha um relato de uma boa prática pedagógica no ensino de línguas.

O trabalho deve estar inserido em umas das seguintes temáticas:

  • práticas inovadoras no ensino de línguas;
  • ensino de literatura e letramento literário;
  • tecnologias e ensino de línguas;
  • análise linguística no ensino de línguas;
  • questões curriculares no ensino de línguas;
  • metodologias atuais no ensino de línguas;
  • produção e análise de material didático;
  • políticas públicas e ensino de línguas.

O resumo deverá obrigatoriamente conter:

– título;
– contextualização;
– descrição da prática realizada;
– reflexão sobre os resultados implementados;
– palavras-chave (de três a cinco, separadas por ponto e vírgula).

O resumo, que deverá ser escrito em um único parágrafo, deverá conter entre 200 e 250 palavras (sem contar o título, as palavras-chave e a temática) e deve ser escrito a partir do template que estará disponível na aba “inscrições” do site.

O resumo não deverá conter imagens, notas de rodapé, citações diretas e lista de referências ao final.

 

SESSÕES DE COMUNICAÇÕES ORAIS

Dessa modalidade, poderão participar:

– profissionais da educação básica vinculados a programas de pós-graduação stricto sensu, ou deles egressos;
– estudantes ou egressos de pós-graduação stricto sensu sem vínculo com a educação básica.

Nesta modalidade, o participante deve fazer um resumo de uma pesquisa concluída ou em andamento sobre ensino de línguas.

O trabalho deve estar inserido em umas das seguintes temáticas:

  • práticas inovadoras no ensino de línguas;
  • ensino de literatura e letramento literário;
  • tecnologias e ensino de línguas;
  • análise linguística no ensino de línguas;
  • questões curriculares no ensino de línguas;
  • metodologias atuais no ensino de línguas;
  • produção e análise de material didático;
  • políticas públicas e ensino de línguas.

O resumo deverá obrigatoriamente conter:

– título;
– tema;
– objetivos;
– referencial teórico;
– metodologia;
– resultados parciais ou finais;
– palavras-chave (de três a cinco, separadas por ponto e vírgula).

O resumo, que deverá ser escrito em um único parágrafo, deverá conter entre 200 e 250 palavras (sem contar o título, as palavras-chave e a temática) e deve ser escrito a partir do template que estará disponível na aba “inscrições” do site.

O resumo não deverá conter imagens, notas de rodapé, citações diretas e lista de referências ao final.